Porque gatos têm medo de pepino?

Passeando por vídeos divertidos e aleatórios na internet, me deparei com diversos vídeos virais de gatos completamente apavorados ao olhar para um pepino. Têm gato dando mortal para trás, gato dando pulo de cinco metros, gato “homem aranha” e mais algumas centenas deles. Fique até o fim desta matéria para descobrir porque gatos têm medo de pepino em duas possíveis causas e como essas brincadeiras podem afetar os bichanos.

Alguns vídeos dos bichinhos tomando aquele baita susto

Em todos os vídeos, os felinos são vítimas de uma surpresa de seus donos, que em secreto, colocam um pepino bem pertinho deles, sem que eles percebam. Quando os gatos naturalmente viram para a direção do pepino, ou esbarram nele, são completamente surpreendidos por um negócio verde e grande que não estava lá antes, resultando no espanto dos bichanos e nos vídeos virais.

Existem duas causas mais prováveis para os gatos terem medo de pepino

A primeira e mais aceita explicação por especialistas, seria que o animal não tem necessariamente medo do pepino, mas sim que o pepino lembra muito uma cobra. O especialista em comportamento animal Con Slobodchikoff e autor do livro Chasing Doctor Dolittle afirma: “Os gatos são geneticamente programados para evitar as cobras”.

Seria como colocar sorrateiramente aquelas baratinhas de plástico perto das pessoas que morrem de medo de baratas.

Na segunda explicação, Mikel Delgado, especialista em comportamento animal e com certificação em comportamento de gatos afirma que a possível explicação seria que ao colocar algo de maneira sorrateira perto do animal, faz com que ele se assuste, assim como fazendo ao chegar sorrateiramente perto de um amigo somente para dar um susto.

Um Aluno da University of California em Berkeley disse ao Mental Floss que outras frutas e legumes como bananas e maçãs assustando os gatos reforçam a segunda explicação.

Pode ser engraçado, mas os especialistas alertam

Todos os especialistas concordam que embora a brincadeira seja divertida, isso não é bom para o seu animal de estimação. As maiores preocupações ficam na probabilidade deles se machucarem, quebrarem algum osso ou sofrerem de um estresse prolongado.

Quer saber mais sobre ciência e tecnologia acesse aqui.

Gostou desta matéria? Não deixe de postar seu comentário e compartilhar com seus amigos

Por |2018-11-22T15:14:20+00:0022 de novembro de 2018|Categorias: Ciência & Tecnologia|Tags: |0 Comentários

Deixe um Comentário